Google+ SOMBRAS DA MEMÓRIA: 9/jan/2009

Translate/traduza

Pesquisar na web

Em algum lugar...






A Madrugada envelhecia no teu olhar,
enquanto a brisa te acariciava os cabelos...
Naquele tempo ilusionista da eternidade,
pousavas o rosto no meu peito,
num gesto que tinha o valor das promessas...

Olhavas-me nos olhos e acreditavas num amanhã,
feito de alguma coisa que nos pertencesse...
Abraçavas-me e o teu silêncio encerrava a resposta...

Abraçavas a ausência, como se fosse possível,
calar o seu grito, o seu lamento, a sua morte...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails