Google+ SOMBRAS DA MEMÓRIA: Espelho...

Translate/traduza

Pesquisar na web

Espelho...







Olha bem dentro dos meus olhos,
consegues ver a raíz das lágrimas,
aquele lugar onde o tempo me sequestrou...
Olha bem dentro dos meus olhos,
procura-me, encontra-me
se ainda for possível o resgate...

Olha bem dentro dos meus olhos,
navega nas minhas lágrimas,
navega como se procurásses
um porto de abrigo...
Navega como se a praia do pensamento
estivesse no horizonte...

Olha bem dentro dos meus olhos,
tenho a certeza que escutarás
o soluçar de uma criança
esquecida no tempo...

Olha bem dentro dos meus olhos,
olha através da janela do tempo,
escuta o múrmurio das lágrimas,
lentas e lancinantes...

Olha bem dentro dos meus olhos,
mesmo que não acredites,
esta imagem espelhada,
estes cabelos brancos,
esse olhar transmutado,
desesperado e triste
pertencem-te...


Barão de Campos

2 comentários:

  1. Fascinante essa poesia Espelho.Gostei muito do seu Blog e com certeza vou participar ok.Abraços e visite-me também.
    http://alexmenegueli.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

  2. Maravilha de Poesia, amei mesmo. Me visite.
    www.recantodasletras.com/autores/sisoyyo

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails