Google+ SOMBRAS DA MEMÓRIA: Sombras dançando...

Translate/traduza

Pesquisar na web

Sombras dançando...









Ruidoso, o silêncio é fragua onde as sombras dançam e os lobos uivam...
Esta é a Madrugada, onde os lábios são memórias vermelhas, que se esmagam na impossibilidade...
Sangram na noite um olhar verde que brilha sem vida...
Não sei se ainda escutáste o apelo, o grito, o calor
derradeiro dos nossos lábios ou se partiste só na inconsciência...
O nosso AMOR é um pacto SECRETO que perdura
na eternidade, tornando a morte desprezível...
Regressas em cada Amanhecer e enlaças-me no teu corpo,
os teus lábios são doces e ternos, macios e húmidos...
Incorpóreos, os teus passos têm a cadência do teu movimento...
O toque dos teus lábios, permanece nos meus...
Há um momento em que ambos somos Sombras
feitas da nossa Eternidade...
Esta Madrugada, continuamos abraçados...
a nossa Estrela já está visível nesta época do
ano...
E tu sorris quando te recordo o toque que é só nosso...
Sabes que te AMAREI, mesmo que sejas uma Memória em forma de Sombra...
A Sombra mais bela...



Carlos Barão de Campos

3 comentários:

  1. As sombras passam e os versos derramam beleza do amor.
    Muito belo!

    ResponderEliminar
  2. A mem´´oria com o tempo esbate a recordaç~~ao "fotogr´´afica" de um rosto na sua globalidade, contudo n~~ao esbate jamais a mem´´ria de um sorriso, de um olhar, de um gesto, do som do riso... As mem´´orias n~~ao se perdem nunca...


    Lisa

    ResponderEliminar
  3. amo poemas e este me tocou forte ,muito lindo

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails